Cestvs: The Roman Fighter #3 – Por que???

Cestvs: The Roman Fighter #3 – Por que???

Talvez expressar minhas opiniões no calor do momento não seja lá a melhor ideia, mas vamos lá. O terceiro episódio de Cestvs: The Roman Fighter chegou, e com ele vieram diversos questionamentos e reflexões sobre a história, como todo bom anime. Infelizmente, nesse caso, eles vieram pelos motivos errados.

Eu estou escrevendo esse texto bem decepcionado depois do que assisti ontem. Terminei os primeiros dois episódios com alguma esperança de uma melhora no quesito narrativo, já que esperar que a animação melhorasse seria complicado pois o 3D é mal utilizado, mas minhas expectativas foram todas por água abaixo com esse terceiro episódio. Foi gerado todo um drama na relação entre Cestvs, Nero e Ruska, de como eles lidariam com seus desafios pessoais e seus ideais de liberdade, da clara rivalidade entre Cestvs e Ruska como representantes de estilos marciais diferentes e letais, mas acima de tudo herdando uma tensão da luta de seus mestres que também foram grandes rivais, ou como se resolveria o conflito de Nero e sua mãe controladora e tudo mais. Diversos aspectos muito interessantes que poderiam tranquilamente serem trabalhados numa temporada de doze episódios, abrindo precedentes para uma próxima temporada, até porque o mangá é grande e fez um relativo sucesso no Japão, porém foi tudo jogado pela janela num desrespeito ao espectador, pulando direto para um ponto aleatório da história que, pelo menos nesse episódio, não justificou por que sacrificar todo um arco para nos jogar nesse ponto da trama.

Pelo que pesquisei no MyAnimeList, o episódio parou no capítulo 103 do mangá, sendo que o primeiro episódio adaptou os primeiros seis capítulos, e no fim do segundo episódio um salto enorme para o 90, que foi justamente aquele tanto de informação passada num mesmo episódio que citei no texto passado. Porém eu cheguei no episódio dessa semana achando que a história daqueles personagens ainda estava sendo contada, até porque Nero não é qualquer um na história de Roma para sumir assim, então eu fiquei meio perdido quando Cestvs começa a contar sua lembranças sobre Nero para Sabina, e só ali eu notei que havia algo errado. É uma quebra de expectativa tão grande quando vemos esse momento, porque pela história contada através das lembranças, só ali já havia um arco muito legal para apresentar esse anime para o público, sobre como Nero não tinha amigos e comprou Cestvs na oportunidade que viu de se relacionar com alguém que não estava próximo a ele por segundas intenções, mesmo que tivesse que forçá-lo a ser seu amigo, mostrando o personagem acorrentado e isolado pelo imperador, a ponto de ter de fugir dele. Mas nunca veremos isso sendo contado (afinal história é isso: show, don’t tell), porque todo esse arco virou um diálogo de quanto tempo, uns vinte segundos?

W T F ???

Outro ponto negativo disso é que, como boa parte da história não tá sendo mostrada, é muito difícil criar algum tipo de conexão com os personagens pois eles podem desaparecer da trama a qualquer momento, ou podem mudar de atitude e nós não vamos saber suas motivações para tal, pois o anime não se dá o trabalho de contar tudo como deveria. Um bom exemplo disso é a nova rivalidade contra Emden, que foi um personagem completamente jogado em cena para servir apenas como um exemplo de perseverança em treino, apoiado em uma promessa ainda desconhecida pelo público que o fazia manter esse foco, essa perseverança, mas quando entendemos mais dessa promessa é outra grande quebra de expectativa, pois se trata apenas de mais um capricho de Sabina para manipular o escravo. É uma premissa tão idiota que chega a ser frustrante, daria até para relevar se pensarmos que a obra se propõe a trabalhar os diversos aspectos de liberdade, e que por isso ela é uma pessoa que não consegue viver sem a atenção dos outros, como se o mundo girasse ao redor dela e tudo mais, mas toda essa situação da história sendo ignorada é tão frustrante que essa personagem só consegue ser irritante quando aparece em cena, não chegamos a de fato nos importar com suas vontades.

A nova rivalidade também acaba sendo super rasa. Nós vínhamos de um começo de tensão entre o Cestvs e Ruska, aquele primeiro momento bom de rivalidade de shounen de porrada, e vemos que os dois personagens não exatamente se odiavam, apenas estavam em lados opostos enquanto buscavam objetivos semelhantes, e quem sabe pudessem até ser amigos em outras circunstâncias. Agora vemos Cestvs lutando contra Emden num combate motivado por inveja? como assim cara, que porcaria de motivação é essa?

Deixando de lado todas essas situações bizarras, sobra muito pouco para falar do episódio. Vemos alguns pontos comuns de desenvolvimento de personagem em um shounen, como os treinamentos de Cestvs e Emden, um treina a procura de um golpe que derrube alguém com um único soco (cem agachamentos, cem abdomin– pera, anime errado); e o outro buscando uma defesa impenetrável. Esses momentos até poderiam ser legais, mas é tudo feito tão as pressas que passa batido, não vemos quase nada dessas cenas então mais uma vez, não temos porque nos importar com isso se nem os roteiristas se importaram o suficiente para mostrar isso direito. Outro ponto que chama a atenção é que o anime desistiu de vez das cenas 2D visto que o episódio inteiro foi feito em 3D, o que acabou gerando alguns momentos bem esquisitos como o da imagem mais acima, mas não diminuiu o impacto das cenas de luta, que são o que realmente importam num anime de boxe, embora tenha matado um pouco a expressão de sentimentos dos personagens, ficaram mais estáticos do que deveriam ser.

É realmente triste ver como esse anime se perdeu em meio a tantas boas motivações e personagens um pouco cativantes até, eu admito que o que vi semana passada me fez ignorar um pouco dos erros desse anime e imergir na história. Estava esperando algo totalmente diferente do que vi hoje e, sinceramente, perdi um pouco da vontade de continuar assistindo (quem sabe isso mude com a reação de vocês, digam nos comentários/Twitter se querem que continue!). O episódio se encerra na continuação da cena de abertura do primeiro episódio, e enfim veremos a luta contra Emden, que parece ser o grande lutador a ser batido entre todos os escravos. É bem provável que não seja e apareça outro ainda mais forte (e talvez com motivações tão idiotas quanto), e se duvidar até em mais um timeskip(!!!). Depois de hoje eu não sei mais o que esperar.

Vitto

Após fracassar em conseguir uma armadura de bronze, decidiu escrever sobre cultura japonesa. De vez em quando sai algo bacana. Já te disse que tenho um blog?