Nomad: Megalobox 2 #2 | O desespero dá coragem aos covardes

Nomad: Megalobox 2 #2 | O desespero dá coragem aos covardes

Ainda vivo, Joe segue sua jornada de ringue em ringue, porém um roubo inesperado o leva a um centro de imigrantes refugiados que tentam viver com o pouco que tem. Neste novo cenário surgem respostas sobre os acontecimentos que destruíram Joe e também mais sobre Chefe e suas motivações.

Esse episódio foi bem menos melancólico que o anterior, parece que até está começando um clima de renovação para o Nômade. Após ser roubado por um garoto chamado Mio, Joe vai atrás dele em um parque de diversões abandonado onde encontra Mio e sua mãe, Marla, que vivem naquele lugar junto de outros imigrantes e, por um golpe do destino, essa pequena comunidade é onde vive o Chefe.

Nessa vila muitas coisas acabam por ser reveladas, vemos alguns dos gatilhos para a transformação de Joe em Nômade, uma luta perdida e a morte de Nanbu. Os pesadelos de Joe com Nanbu então se dão pelo trauma da morte de seu treinador, agora a conexão com a luta e até quem foi o oponente seguem um mistério, talvez vencer a luta tenha sido uma promessa de Joe? Uma promessa que ele não pode cumprir e junto com a sensação de ser derrotado na frente de todos seus amigos e ainda de seu maior rival foram o que destruiu o psicológico de Joe? Quanto mais respostas surgem novas dúvidas aparecem.

Ainda na comunidade, também vemos os imigrantes realizando um festival de sua terra natal, festival esse que basicamente é o “Dia de Los muertos”, tradicional do México. Nesse festival é a hora de descobrir mais sobre o Chefe, que está participando das lutas armadas para poder ajudar a pagar as contas da comunidade, e nisso temos o diálogo entre Joe e Chefe, onde ele fala sobre como foi Gearless Joe que deu aos imigrantes a esperança de começar do zero em uma terra nova e desconhecida. Esse diálogo foi sem dúvidas o ponto mais alto do episódio, falando sobre esperança e sonhos, apesar das dificuldades enfrentadas Chefe, e os imigrantes continuam em frente, e tudo isso graças a inspiração que foi Gearless Joe quando conquistou Megalonia mesmo sem Gear nenhum, enquanto vemos em contraste que aquele que lhes deu essa esperança, hoje está imerso em desespero e arrependimento.

O final do episódio esquenta mais ainda as coisas, com a comunidade prestes a ser expulsa de onde vive, e o Chefe pretende se inscrever num torneio local para ganhar dinheiro suficiente para comprar o terreno e a comunidade poder continuar onde está. Enquanto isso, Joe tem outra alucinação de Nanbu e enfim toma uma decisão, ele larga de vez os entorpecentes e decide treinar o Chefe para ganhar este torneio. Nesse momento finalmente Joe parece estar conseguindo se reerguer, aparentemente tocado pelas motivações de Chefe, talvez vendo nele até mesmo uma versão antiga e mais altruísta de si mesmo.

É muito bom o paralelo que o anime está criando entre seus dois personagens-foco, Joe e Chefe. Chefe é como Joe antigamente, participando de lutas combinadas por um objetivo maior, mas diferente de Joe, ele está lutando para manter o bem de sua comunidade, que por não saber que são as lutas são forjadas acabam não colocando fé nele como lutador mas aparentam acreditar muito nele como líder.

O episódio da semana foi extremamente bom, com um sutil desenvolvimento de personagem de Joe e mais respostas sobre o meio tempo entre as duas temporadas e um ar mais esperançoso para a temporada. Chefe se mostra cada vez mais um personagem interessante e que talvez possa ser ele quem carregue a tocha da mensagem que Gearless Joe um dia passou para o mundo todo.

Hasta ver la Luz…

Money

Apenas um maluco qualquer que gosta de dar sua opinião sobre os desenhos Japonês que assistiu