Shaman King 2021 #3 | Anna e Tao Jun

Shaman King 2021 #3 | Anna e Tao Jun

Mais uma semana e mais uma tentativa de roubar Amidamaru…
No terceiro episódio de Shaman King, entra em cena Anna Kyoyama, a noiva de Yoh, que já chegou com muitas explicações do mundo e avisando que veio para botar Yoh na linha com o treinamento para ser o Rei Xamã. Ainda nesse capítulo também temos a luta contra Tao Jun, irmã mais nova do Ren, que veio tomar Amidamaru após a derrota do irmão.

 

A primeira parte do episódio serviu para 2 coisas: primeiramente para introduzir a Anna (que particularmente é a minha personagem favorita da obra), ela tem uma personalidade forte e bem linha dura com seu futuro marido, afinal ela quer prepara-lo para ser o rei de todos os xamãs, assim por tabela virando algo como a primeira-dama dos xamãs. Anna é uma personagem muito divertida e tem uma ótima química com Yoh, apesar de não ter sido tão mostrado no episódio, com o pouco que mostrou já mostra como eles são um ótima dupla, esse casal é muito bom e a forma como a obra aborda e vai trabalhando o relacionamento que eles tem.

Em segundo a primeira parte do episódio também serviu para dar uma construção a mais sobre o conceito de Xamã. É muito interessante como a obra aborda o xamanismo pegando o conceito de diversas culturas e extremamente criativo como o usa como conceito na obra, onde cada tipo de Xamã tem um método diferente de interagir com o mundo espiritual, como Yoh e Ren que são uma definição mais clássica, que se comunicam e incorporam espíritos; Anna é uma Itako, que consegue chamar Espíritos que já foram para o além vida e também Jun que é uma Dao Shi, que faz o contato e controle de espíritos através de talismãs. Essa variedade de conceitos da prática do xamanismo é muito bem utilizada no anime e uma forma muito criativa para o autor fazer diferentes poderes e habilidades para os personagens.

Após a apresentação de Anna e as explicações sobre diferentes versões do Xamanismo, temos a luta contra Tao Jun e bem… O início dessa luta foi a parte mais fraca do episódio, ela acabou sendo mal contextualizada e até um pouco apressada demais porém vai melhorando conforme vai passando. Tao Jun tem como Guardião Lee Pyro, um famoso artista marcial e estrela de cinema que foi assasinado pela família Tao e obrigado a servir como Guardião de Jun, a partir do momento em que ele retoma o controle o episódio começa a entrar nos eixos de novo, com sequências de ação bem divertidas e um ótimo momento duo de Anna e Yoh, que trazem o mestre de Pyro para ajudar com o aprendiz que perdeu o controle. Essa cena de Anna trazendo a alma de Shamon do além vida e Yoh incorporando ele foi Muito divertida e uma ótima aplicação dos conceitos que foram explicados mais cedo ainda no próprio episódio, sem falar no ótimo trabalho em equipe de Anna e Yoh.

Nesse episódio as cenas de ação também estão bem melhores que no episódio passado, que estavam extremamente estáticas, nesse ainda está longe de ser o ideal de fluidez porém foram boas sequências de luta até, bem divertidas, apesar de não ser nada de cair o queixo.

No geral foi um bom episódio mas com certeza o mais acelerado e fraco desses três primeiros, contudo o anime ainda caminha bem por enquanto e com um excelente potencial. Semana que vem é a vez do lendário RYU DA ESPADA DE MADEIRA ter seu primeiro momento de brilhar no anime e espero que seja incrível e descolado como ele merece. Até semana que vem e que o Grande Espírito esteja com vocês!

 

 

Money

Apenas um maluco qualquer que gosta de dar sua opinião sobre os desenhos Japonês que assistiu