AnimeTopic 004 – Kakegurui

  Bom, Kakegurui foi escrito por Homura Kawamoto e teve sua adaptação estreada em 2017, pelo estúdio MAPPA. Ele conta atualmente com duas temporadas, além de ter também um dorama lançado em 2018. 


  O anime retrata a vida numa escola bastante diferenciada, onde para se dar bem, a pessoa precisa ser boa em apostas e não nos estudos! 
  A protagonista Yumeko Jabami, é uma novata que logo consegue se destacar, ganhando milhões em sua primeira aposta num jogo de pedra, papel e tesoura. Ela se torna amiga de Ryota, um garoto que lhe explica como funciona a hierarquia da escola, desde o topo, que é o grêmio estudantil, até o mais baixo escalão, que são os “bichos de estimação”, pessoas que perderam todo seu dinheiro com as apostas. Além disso, vejo a Yumeko como a heroína de Ryota, já que ela o salvou de ser um bicho de estimação.

  A partir do momento que o anime começa a se desenvolver, podemos descobrir que Yumeko não só é boa em apostar, como também é uma garota compulsiva que é capaz de arriscar tudo numa jogatina. Gosto de imaginar que o autor queria deixar a pegada de que “sim, nós podemos ter uma personagem feminina e ela pode sim ser muito forte”. Para falar a verdade, a maioria dos personagens desse anime são mulheres, mulheres incríveis que acreditam em seu potencial. A cada episódio que vemos Yumeko jogando contra um oponente diferente, podemos ver também o seu desejo compulsivo por jogos crescer mais e mais, mostrando que para a jovem não existem limites, e é aí que os episódios começam a nos surpreender. Até então as apostas envolviam somente dinheiro, mas depois começaram a ser apostadas coisas mais sérias, inclusive partes do corpo (imagine você apostar seu olho contra um oponente?!). As apostas ficaram tão sérias que o nervosismo se torna presente nas cenas, afinal, estamos sempre esperando que nossa protagonista se dê bem, certo?

  A partir daí, o foco principal do anime passa a ser em Yumeko e Kirari Momobami, que é a atual presidente do grêmio estudantil e quem controla a hierarquia da escola. Para mim, Kirari é a personagem mais forte dentro do anime, é como uma rainha e a escola é como seu império. Ela comanda tudo e todos e, como a mesma diz, os alunos são como os peixes em seu aquário. Além disso, temos Mary Saotome, que foi a primeira oponente de Yumeko no jogo de pedra, papel e tesoura que citei no começo. Mary tem o desejo de se tornar a nova presidente do grêmio, ou seja, é muito ambiciosa, o que me faz vê-la como uma personagem que fará de tudo para chegar ao topo. Yumeko passa a ter um apreço enorme por Mary, a admirando e considerando uma grande amiga, além de termos outras personagens, cada uma tendo uma personalidade única e envolvente.

  Na segunda temporada, temos uma competição! 
  Não sei vocês, mas eu fiquei chocada quando Kirari decide fazer uma disputa onde o vencedor se tornará o presidente do grêmio, já que Yumeko estava bagunçando seu sistema. Nessa competição, cada aluno (todos tiveram o direito de participar) tem uma ficha que representa um voto para a eleição e, para conseguir mais, você tem que desafiar outro aluno e o perdedor fica sem ficha. No final, o vencedor é a pessoa que tiver mais fichas, logo, mais votos. Porém, além do vencedor se tornar o novo presidente, ele também se tornará o novo líder do clã Momobami, onde Kirari é a atual líder (essa mulher é o centro de tudo, né?). E sabem o mais engraçado? Durante a competição, sempre era mostrado as pessoas que tinham mais fichas e advinhem quem estava no topo? Kirari Momobami! Essa mulher é surreal.

  Nessa temporada podemos ver mais de outros personagens além da Yumeko, o que é bem legal já que podemos começar a descobrir personagens que antes não eram explorados e entender melhor os sentimentos e objetivos de cada um, sem que Yumeko perca seu protagonismo. Simplificando, o anime começou clichê mas se desenrolou de um modo bem interessante, mostrando não só o potencial da protagonista mas também de outros personagens que mereceram muito ter destaque. É um anime com um visual impecável, uma trilha sonora viciante e uma história intrigante. Além disso, se você gosta de jogos, esse é o anime perfeito!

  Sempre faço uma comparação pra avaliar os animes que assisto, então para mim, Kakegurui é uma montanha-russa. Se imagine entrando no brinquedo e ele começa a subir, essa é Yumeko chegando na escola e vencendo sua primeira partida. A montanha-russa continua subindo até que você chega no topo e começa a descer, e essa é a Yumeko quando perde sua primeira partida. O que eu quero dizer é que, nesse anime, assim como na vida real, temos ganhos e perdas, mas mesmo assim, fazemos como a protagonista e sempre seguimos em frente, apesar da nossa protagonista ser meio louquinha, me identifico bastante com ela. Ela se preocupa com seus amigos e não desiste facilmente! Estou ansiosa para a próxima temporada do anime, pois mal posso esperar para ver no que vai dar a competição e ver se alguém superará a nossa incrível presidente. Vocês não vão se arrepender de assistir!

Vitto

Após fracassar em conseguir uma armadura de bronze, decidiu escrever sobre cultura japonesa. De vez em quando sai algo bacana. Já te disse que tenho um blog?